5 trilhas maravilhosas em Florianópolis

Fazer trilha é uma maneira incrível de interagir com a natureza, pois você entra em pleno contato com o meio ambiente. Além de movimentar o corpo, o exercício também ajuda a relaxar a mente, aumentando a sua qualidade de vida e tirando as preocupações rotineiras da cabeça. 

Santa Catarina é um estado internacionalmente reconhecido por suas belezas naturais e as trilhas de Florianópolis, certamente, contribuem para isso. Se você deseja conhecer 5 trilhas para desestressar e curtir o visual, continue lendo o post!

1. Costa da Lagoa

A trilha da Costa da Lagoa da Conceição é indicada para quem deseja apreciar a natureza sem precisar de muito esforço. Considerada como uma trajetória de nível leve, ela tem 7 quilômetros de extensão. O caminho, por sua vez, é quase todo plano, facilitando a vida de quem se propõe a realizar o percurso.

O maior atrativo é o apelo histórico envolvido, afinal, seu trajeto passa por 7 vilas que um dia já acomodaram colonizadores. Ou seja, é possível visualizar construções antigas e ruínas que remetem à arquitetura do século XVIII. 

2. Morro das Aranhas

Não se deixe assustar pelo nome: a trilha do Morro das Aranhas dá acesso a paisagens maravilhosas! Apesar da dificuldade média e da subida íngreme, ela é curta e não dura muito, já que pode ser concluída entre 40 minutos e 1 hora, dependendo do seu preparo físico. 

A recompensa vem logo quando se chega ao topo, em virtude da belíssima vista que o local tem. Algumas praias e ilhas podem ser vistas de forma privilegiada.

3. Gravatá

A trilha localizada na praia do Gravatá é rápida e demasiadamente fácil. A média de 30 minutos de duração vale ainda mais a pena quando se considera a aparência cativante do trajeto e do mirante a que ele dá acesso. 

4. Lagoinha do Leste

A praia da Lagoinha é, sem dúvidas, uma das mais belas de Florianópolis. Para se chegar até lá, é preciso percorrer um caminho de dificuldade considerável, cujo início é na Praia do Matadeiro. 

No começo, a caminhada é feita em meio ao mato fechado, com subidas exigentes. O aperto é compensado por um pequeno córrego, de água fresca e cristalina, que fica na metade do percurso. Quase todo o itinerário é feito margeando os costões, fazendo com que a empreitada valha muito a pena. 

5. Ilha do Campeche

Chegar até a Ilha do Campeche só é possível pelo mar, mas vale a pena. Uma das formas de fazer o trajeto é por meio de embarcações que saem do Pontal do Campeche. Esse serviço, porém, só está disponível na alta temporada (verão, férias e alguns feriados prolongados). Outra forma de acesso é por meio dos barcos maiores que partem da Praia da Armação durante o ano todo.

A dificuldade da trilha é média e é preciso ter atenção aos trechos que podem ficar escorregadios por conta da umidade. De todo modo, as inscrições rupestres, a vista panorâmica e a paisagem incrível garantem a recompensa de 1 hora e meia de caminhada. Há, ainda, um posto de apoio no local, que permite aproveitar mais o passeio. 

Como se não bastasse o surf, as praias, o kitesurf e as cervejas artesanais, a cidade ainda tem atrativos como esses. Por isso, não deixe de conferir as trilhas de Florianópolis

E aí, gostou do post? Compartilhe-o nas redes sociais e marque aqueles amigos que não perdem uma aventura por nada!

Leave A Comment