Pré-lançamento de imóveis: tudo o que você precisa saber

Pré-lançamento de imóveis: tudo o que você precisa saber

Que tal começar o ano investindo em um imóvel? Veja como funciona o pré-lançamento de imóveis e se esta modalidade é uma boa opção!

As perspectivas para o mercado imobiliário não poderiam ser melhores. Depois de um crescimento de 10% nas vendas em 2018, o ano de 2019 indica uma retomada da economia. Revelando-se uma boa fase para vender ou comprar um imóvel.

Mas aventurar-se no universo imobiliário é uma jornada que exige 99% de pesquisa, conversas, negociações e 1% de timing do mercado. A fase em que se avalia o momento certo de investir.

A modalidade de pré-lançamento de imóveis é uma delas.

Como funciona o pré-lançamento de imóveis

O pré-lançamento é uma operação que acontece antes do lançamento pelo empreendedor. Nesta fase, o imóvel ainda está em fase de construção e não possui todos os documentos necessários para divulgação e comercialização das unidades. Por isso, toda divulgação fica limitada a investidores de forma sigilosa.

No pré-lançamento, o imóvel ainda não tem preço definido, apenas uma previsão dos valores. Por isso, é uma fase vantajosa para investimento. É quando compra-se o produto em uma melhor negociação por um menor preço.

Na prática, o pré-lançamento de imóveis acontece com uma reserva. A compra de fato acontece apenas no momento da assinatura do contrato de compra e venda – que é feita após a emissão do Registro de Incorporação.

Por isso, é possível desistir do investimento até o momento da assinatura do contrato, sem qualquer ônus. É possível também revender o imóvel ainda na planta, recuperando o valor investido em pouco tempo. Ou seja, o investidor tem total poder de decisão.

Vantagens do pré-lançamento

Pré-lançamento de imóveis: vantagens

Ser um dos primeiros a garantir uma boa oportunidade de investimento pelo melhor preço. É uma das principais vantagens ao fazer a reserva de um imóvel na etapa do pré-lançamento.

Como as informações são limitadas, quem tem acesso a um pré-lançamento tem a possibilidade de criar um relacionamento com a construtora, que por sua vez tem muito interesse em fortalecer esse elo.

Ela precisa movimentar o mercado para que as unidades sejam vendidas antes do lançamento. Por isso, está disposta a fazer promoções e dar benefícios para quem compra as primeiras unidades do empreendimento.
Além disso, quando se compra um imóvel na fase de lançamento ou nas últimas unidades suas opções são limitadas ao que não foi vendido. Na fase de pré-lançamento você tem maior possibilidade de escolha, uma vez que ainda têm muitas unidades disponíveis.

Quanto a papelada, essa fase é mais tranquila e menos burocrática. Como a documentação não está pronta (ainda não tem o Registro de Incorporação, lembra?), não é preciso assinar nenhum contrato definitivo. O que existe aqui é uma manifestação de interesse. Todos os procedimentos são tratados entre construtora e proprietário, facilitando a troca de informações e negociação.

Quando investir no pré-lançamento?

As pessoas que entram na fase do pré-lançamento de imóveis podem ter um excelente retorno. Além de receber informações exclusivas da construtora, o investidor é capaz de avaliar se aquele empreendimento é realmente uma boa opção de compra, já que é possível analisar o interesse das pessoas após o lançamento.

Caso a procura seja baixa, ele pode desistir da compra. Por outro lado, se for alta, ele tem a garantia de um bom negócio comprando um produto com alto potencial de valorização.

Não existe uma receita de bolo, mas o importante é fazer uma boa análise de mercado para que você consiga encontrar boas oportunidades em um mercado aquecido.

Tem dúvidas sobre pré-lançamento de imóveis ou outras modalidades de compra de um empreendimento? Conte para nós nos comentários!

Saiba quais serão os próximos lançamentos da Banga aqui

Leave A Comment